BUSCAR NO BLOG

A importância do Designer na joalheria.



Designer? Esta profissão traz muito mais em seu conceito do que a tradução direta de seu significado! O designer não é a pessoa que apenas desenha. É preciso agregar ao produto valores como: ergonomia, estética, produção...
A indústria que contrata um designer precisa de soluções! E um design bem projetado pode até transformar um objeto de desejo em necessidade. A forma “agradável ou vendável” é apenas uma das características que o designer deve pensar.
A função do designer pode ser dividida em três etapas: concepção, registro e produção.
Concepção - é necessário conhecer o que vai ser projetado e quem irá utilizá-lo. Isso pode ser feito através de uma pesquisa de mercado que engloba tendência, consumo, atualidade e acontecimentos. Quem irá comprar a jóia? Quanto pode ser gasto? Do que o consumidor final gosta? Quais os seus desejos? Antes de começar a pensar na forma e material, estas são algumas das muitas perguntas a serem respondidas. Esta pesquisa irá nos fornecer de maneira real, concreta e assertiva um perfil do consumidor, esclarecendo seus desejos e necessidades. É importantíssimo saber para quem (consumidor final) estaremos projetando a jóia.
Nesta concepção inicial devemos também nos inteirar sobre métodos de produção da indústria que estará contratando o designer. Para isto é necessário um amplo conhecimento da área de produção, pois o resultado final de uma peça confeccionada em estamparia é bem diferente de uma peça confeccionada em fundição. Podemos encontrar no mercado industrial 4 processos de fabricação de jóias em grande escala: fundição, estamparia, eletroformação e correntaria. Não devemos esquecer que o consumidor final também pode contratar um designer, neste caso o método de fabricação utilizado seria a joalheria artesanal ou ourivesaria.
Registro - aqui entra a criação e o desenho. Uma idéia apenas se torna concreta depois de registrada. O desenho é a principal ferramenta utilizada pelos designers para registrar esta idéia e poder aperfeiçoá-la.Tudo começa a ganhar forma pelo esboço. Durante o processo são feitas várias modificações até encontrar a forma final. A representação pode ser apresentada através de desenhos manuais ou feitos em programas de computador.
Produção - como já foi dito anteriormente, o designer também deve saber como tornar reais suas idéias, conhecendo os processos de fabricação e os diversos materiais. Deve sempre estar atento a novidades tecnológicas. Quais os processos atendem melhor as necessidades para o projeto? Qual o tempo de produção? Deve saber solucionar pequenos imprevistos que possam acontecer. Para identificar antecipadamente estes pequenos problemas, é necessário fazer um modelo para teste antes da produção. Para esta etapa é indicado conhecer os processos de joalheria artesanal, modelagem em cera entre outros. (È o  processo que detalhamos no primeiro post)


O Designer também pode esculpir algumas peças na cera.

É muito importante que o designer esteja sempre atento as tendências, matéria prima e novidades.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...